Lido 30.011 vez(es)

Vivendo sem Social Security Number

Estudar, Vivendo nos EUA Deixe seu comentário
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 voto(s))
Loading...
Envie para um(a) amigo(a) Envie para um(a) amigo(a)

Como prometido, vou falar um pouco do que dá e não dá para fazer sem o SSN. Social Security Number, ou SSN, é um número atribuído à Norte Americanos, residentes permanentes e trabalhadores temporários que garante alguns direitos, como seguro desemprego, aposentadoria, etc.

Mas ao longo dos anos o SSN vem sendo utilizado para armazenar o Credit Score. Isso significa que tudo o que toda a assinatura de um serviço, todo cartão de crédito ou financiamento é amarrado ao SSN, e toda vez que você paga em dia uma parcela ou uma mensalidade, ganha pontos no seu Credit Score. Toda vez que atrasa, perde pontos.
Quanto mais pontos você tiver, mais benefícios você terá quando for fazer um Leasing do seu carro novo, financiar uma casa, pegar um novo cartão de crédito. Os benefícios vão desde um limite mais alto no cartão de crédito até juros mais baixos (chegando a zero em certas ocasiões) no leasing de carros de luxo.

Como o SSN é a melhor forma de verificar a qualidade do crédito de um indivíduo, as empresas acabaram utilizando ele mais e mais nos seus sistemas. Mas com o número crescente de imigrantes ilegais ou residentes temporários no país, sem SSN, isso precisava mudar. E nos últimos anos tem mudado.

Hoje, se um indivíduo não tem o SSN mas tem o ITIN, o número de contribuinte do imposto de renda, que é gerado na primeira vez que se declara o imposto de renda pessoal nos Estados Unidos, o Credit Score passa a ser contabilizado no ITIN, e boa parte das empresas de serviços e crédito já utilizam o ITIN como substituto do SSN.

Mas e se você, como eu, veio como estudante, acabou de chegar no país, não tem ITIN, não tem SSN, mas precisa alugar uma casa, assinar TV à cabo e luz, abrir uma conta no banco, pegar um cartão de crédito, etc, como fazer?
Bem, aí prepare-se para deixar uma grana em depósitos. Mas vamos detalhar cada um dos tópicos. Já contei como foi alugar uma casa num post anterior, então vamos aos outros serviços:

– TV / Internet / Telefone: Peguei um combo da AT&T chamado U-Verse, que integra TV à cabo digital HD, com DVR (para gravar seus programas favoritos), internet de 12 Mbps e telefone com ligações ilimitadas para os States, por $ 150 / mês. Como não tinha SSN, tive que pagar $450 de instalação :-S;

– Energia elétrica: Assim que se muda para a casa alugada, é preciso passar a conta de energia elétrica para o seu nome. Novamente, por falta do SSN, pediram um depósito igual ao valor médio histórico da casa, de $165. Esse valor será devolvido quando a conta for transferida para outra pessoa;

– Conta bancária: Aqui não há muito segredo. Qualquer banco abre uma conta para um estrangeiro, desde que você apresente um comprovante de endereço e o seu passaporte. Geralmente você também recebe um cartão de débito;

– Cartão de crédito: Esse era o grande monstro dos “sem SSN”, mas os tempos mudaram, e os bancos também. Bancos grandes agora aceitam emitir um cartão de crédito para um cliente sem SSN ou ITIN, desde que o cliente envie alguns comprovantes. No meu caso, como eu tenho uma conta no Citibank do Brasil, tudo ficou mais fácil quando decidi abrir uma conta no Citi dos States. Mesmo assim, para solicitar o cartão de crédito tive que preencher a proposta na agência, e enviar alguns documentos, como os últimos três extratos do Citi Brasil, uma carta do meu empregador no Brasil dizendo meu salário anual e alguns documentos extras que enviei, como os limites dos meus cartões de crédito no Brasil. Menos de um mês depois e lá estava meu primeiro cartão de crédito Norte Americano, com um bom limite, e um programa de recompensas;

– Contratos de seguro: Para fazer seguro de automóvel ou da casa (para os mais paranóicos como eu) não é preciso SSN, então é super simples;

– Celular: Bem, esse eu vou testar quando sair o próximo iPhone. Em teoria dá pra pegar uma linha de celular pós pago deixando um depósito, mas ainda não sei. Hoje uso um plano pré-pago, que me cobra $2/dia, mas só quando eu recebo eu faço uma ligação (ou SMS). Uma vez que isso aconteça, naquele dia tenho ligações e SMSs ilimitados. E para plano de dados pago $20 por 500 Mb / mês. Vamos ver o que acontecerá quando eu tentar comprar o novo iPhone.

Bom, acho que é isso. Nos próximos posts continuarei falando das minhas experiências comprando carro, matriculando as crianças na escola, e muitas outras situações que temos experimentado por aqui. Fiquem ligados.






Leia também ...




14 Respostas to “Vivendo sem Social Security Number”

  1. Márcio Diz:

    Olá Ivan,

    Adoro seu Blog o sonho da minha vida é morar nos Estados Unidos e se Deus quiser um dia vou conseguir um visto bom para realizar esse sonho. Gostaria de saber se sem o Social Security é possivel tirar carteira de motorista, visto que grande parte dos empregos pedem.

    Desde já meu muito obrigado!

  2. henrique rosso Diz:

    Márcio, até da para tirar a carteira de motorista mas não na legalidade… Parece que em washington você pode tirar a carteira sem o SSN, mas não tenho certeza…
    Eu moro em MA e tudo precisa de SSN…. inclusive para pegar um emprego…
    se você tirar o visto de trabalho você tem direito de pegar SSN e usufruir de seus direitos…

    até ;]

  3. joao paulo - smo Diz:

    Ivan, acima de tudo o site esta servindo muito para mim, estou tirando todas as dúvidas junto a ele. Mastigando todo o conteúdo, agradeço muito pelas informação pois pretendo estudar um tempo nos Estados Unidos, mas também tenho proposta de serviço em conversção. Ainda estamos em contato, mas o interesse de ir para o EUA é meu e a empresa t5ambém deseja que eu vá, Acho que com o que vc vem colocando aqui e também junto a informação de outros sites pelos quais estou tirando inumeras dúvidas estão me ajudando muito.

    Parabéns.

  4. flavia Diz:

    Ola Ivan, em julho de 20112 eu e meu marido iremos aos States praticamente da mesma forma que vc e sua esposa, eu com visto de estudante e ele com F2, estou acompanando seus posts e sanando todas as minhas duvidas, vc ou sua esposa ja falam bem o ingles ? estou iniciando o intermediario e vou pra estudar por 24 semanas em Orlando e melhorar meu ingles.Mas na verdade gostaria de morar, vc acha possivel renovar e/ou trocar o tipo de visto depois? Abraço Flavia

  5. Otaviano Diz:

    Ola Ivan como vai? parabens pelo seu blog. Moramos nos EUA em 2007-2009 , com minha esposa e 2 filhos,(hoje com 8 e 5 anos ), bem o fato e que para o ano que vem 2012, estamos pensando em retornar para os EUA. Tenho uma emnpresa que vend mercadorias importadas http://www.ferusa.com.br , atraves dela abriremos uma filial por ai e aplicaremos para o visto L1,o que vc acha dessa ideia? Bem, o maior motivo de nosso regresso em 2009 foi que meus 2 filhos nao tinham idade escolar, entao gastavamos muito dineiro com Day Care. Hojeacho que essa situacao mudou. Meu filho mais velho tem idade escolar e meu filho mais novo fara 6 anos em Setembro do ano que vem. Sera que para o meu filho mais novo consigo aquele plano do governo que se chama VPK? abraco e espero contar com suas valiosas opinioes. (por favor me responda no e-mail)




  6. João Paulo Diz:

    Bom dia!
    tenho um amigo q esta nos EUA, foi passar 10 dias de férias ae.Pedi para trazer um iphone 4 para mim, mas ele me informou que n poderia por causa desse tal de social security.Falou q pagaria mais, pq hj vi q ele custa 99,00 dolares, certo? Ele consegue comprar um iphone sem isso? abs.




  7. Takashi Naga Diz:

    Ola… Voce pode me confirmar isso?

    E possivel abrir uma conta sem SSN? Apenas passaporte e comprovante de endereco?

    Quero abrir uma conta nos estados unidos e tenho Passaporte japones e preciso receber minhas comissoes de venda.

    Obrigado

    Tk




  8. Renata Diz:

    Prezado Ivan,

    Eu e meu marido compramos um apartamento CONDO em Miami este ano, e esse tem 1 vaga na garagem. O apto ficará fechado enquanto não estivermos lá (não será alugado).
    Pretendemos ir a Miami umas 3 ou no máximo 4 vezes ao ano. Sendo que apenas em uma destas vezes conseguiremos férias e devemos ficar por 30 dias, as outras vezes ficaremos no máximo por uma semana.
    Estamos buscando informações sobre as questões:
    Comprar um carro em MIA e deixar lá, ou continuar alugando todas as vezes?
    A depreciação e seguro do carro são muito altos?
    Gostaria de saber sua opinião e uma orientação.

    Obrigada desde já,

    Renata




  9. REBEA Diz:

    bom….javi q sem SSN nao da pra trabalhar sem SSN, neh…se eu for como turista e decidir mudar para estudante eu terei q sair do pais?ou posso fazer isso por ai?
    bem legal esses seus comentarios!!! ajuda e a gente faz parte dessa luta e vitori por vcs!!!!!
    que venha a vitoria!obrigada por compartilhar!
    Que Deus abencoe vcs e que tudo de certo pra todos!!!




  10. Helen Diz:

    Ola hoje eu abri uma conta no wells fargo sem SSN , foi bem tranquilo e eles me deram um cartao de credito , a unica coisa eh que vc, deve deixar 300 dollars de garantia, caso vc cumpra com o pagamento certo por ate 4 meses ele aumentam seus creditos e devolve o deposito. n




  11. JULIANA Diz:

    Olá,
    Gostaria de saber por quanto tempo o socil security number é válido… morei nos USA de 2008 a 2010 como au pair e tirei o meu… Trouxe ele para casa… nunca usei na verdade… ele é valido? estou querendo voltar pros usa a turismo… do que ele me adiantará?
    Desde já agradeço




  12. Wolf Diz:

    Ivan, preciso tirar um ITIN. Meu visto de turísta vence no dia 31 de agosto. Tenho que mandar uma cópia do meu passaporte e do visto com uma chancela do MRE. Isso faço na boa em SP. A questão é, se irão me dar um N. ITIN, tendo visto de turísta e estando próximo de vencer. Agradeço qualquer dica e ajuda, abraço. Wolf




  13. Isabelle Diz:

    E em relação a leasing, eh possivel fazer sem o SS? Tb temos o visto de estudante




  14. Anisia Diz:

    Por gentileza, tire minha dúvida. Nasci nos EUA, filha de pais brasileiros. Nas minhas primeiras semanas de vida, minha mãe começou a sofrer de depressão. Tivemos que ir ao Brasil para ela se tratar. Os anos se passaram e eu só consegui voltar aos Estados Unidos quando já era maior de idade, para passeios ou para intercâmbios. Os documentos americanos que tenho são: a certidão, o passaporte e o protocolo do pedido do Social Security Card. Fui ao consulado americano da cidade onde moro no Brasil, mas me disseram que NÃO tenho direito ao SS para trabalho. Não entendi o porquê. Será que só posso tirá-lo nos EUA, ou não? O que devo fazer para obter meu SSN?




Deixe um Comentário

  • Agora estamos no Twitter. Clique aqui
  • @SeuNome
  • @NomeDoUsuario