Lido 8.034 vez(es)

Sobre vistos e seguros de saúde

Imigrando Deixe seu comentário
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 voto(s))
Loading ... Loading ...
Envie para um(a) amigo(a) Envie para um(a) amigo(a)

“… Gostaria de te perguntar esse custo com seguro saúde permite consultas e atendimento médico em geral por este valor? É algum tipo de seguro válido enquanto você estiver por lá como ‘turista’? E outra pergunta, a melhor forma é ir com o visto de turista e lá conseguir trabalho e trocar por algum visto de trabalho? …” (Wanja Guerra) – Para ler o comentário todo, clique aqui.

Olá Wanja Guerra.

Com relação à sua primeira pergunta, referente ao plano de saúde que coloquei na planilha do post “O custo para começar”, o que coloquei no custo foi um Seguro saúde, que você contrata aqui no Brasil pelo tempo da sua viagem. Esse seguro te dá direito a atendimentos médicos sempre que tiver algum problema de saúde. Basta ligar para a central em português, passar os sintomas e eles agendam um médico mais próximo de você. Para saber mais dê uma olhada no post “Orlando 2007: utilizando o seguro de saúde”.

Depois que passar o período de “turismo” é preciso contratar um plano de saúde dos Estados Unidos. Mesmo sem SSN alguns planos aceitam a contratação, mas os valores são geralmente mais caros do que os daqui. Ou bem próximos. Já fiz algumas projeções que sugeriam preços entre US$ 600 e US$ 800, dependendo do tipo de atendimento. Isso porque existem modelos diferentes de plano de saúde por lá. Em um você precisa passar sempre por um clínico geral. Em outro pode ir direto ao especialista. E a prática do “co-payment”, modalidade em que você paga um percentual da conta, é muito comum. Mas faremos um post só sobre planos de saúde, ok?

A questão do visto é um pouco mais complexa. O ideal é sair daqui com o visto de trabalho. Isso evita problemas e facilita a sua vida. Para fazer isso é preciso ter uma profissão que tenha falta de profissionais nos Estados Unidos, e para a qual as empresas se sujeitam à burocracia do visto de trabalho para ter profissionais qualificados. Por causa do processo demorado, da burocracia ou por puro desconhecimento legal, muitos empregadores nem olham para essas opções. Além disso, vistos de trabalho como o H1B são poucos para a necessidade norte americana. Mas existem algumas outras alternativas, como o visto de transferência de empresa. Para saber um pouco mais sobre os vistos de trabalho, dê uma olhada no post “Vistos para o resto de nós: trabalho”.

Por isso muita gente apela para dois outros caminhos. Um deles é o visto de estudante. Mas além do custo dos cursos universitários de inglês serem caros (US$ 8000 por semestre) e das graduações e pós graduações serem ainda mais caras, você estará trabalhando ilegalmente e pode ser expulso do curso se a universidade descobrir.

O outro é realmente ir com visto de turista. Novamente você só poderá trabalhar ilegalmente, o que lhe restringe o mercado. Ou então poderá fazer entrevistas e solicitar o visto de trabalho. Muitas vezes as empresas até fornecem o visto de trabalho, mas querem fazer uma entrevista com você lá, e colocam você para trabalhar de forma “provisória” até sair o visto de trabalho. Isso porque o visto de trabalho sai uma vez por ano, em Outubro. Nessa condição o importante é nunca ficar ilegal no país. Ou seja, quando chegar no 5 mês (caso tenha recebido um visto de permanência de 6 meses), você tem duas opções: solicitar uma extensão desse visto, por mais 6 meses (geralmente vale a pena consultar um advogado) ou sair do país por 15 dias e depois voltar. Claro, existe sempre a chance de ser barrado, mas é uma saída, já que se você ficar um dia fora do prazo definido no seu i-94, será considerado ilegal e ficará inapto à receber o visto de trabalho.

Dê uma olhada nesses posts. Tem algumas respostas sobre vistos de estudante e trabalho.

Espero ter ajudado um pouquinho. Se tiver mais dúvidas, pode perguntar.






Leia também ...




Uma Resposta to “Sobre vistos e seguros de saúde”

  1. Wanja Guerra Diz:

    Olá Ivan, muito obrigada mesmo. Vou continuar voltando e provavelmente voltarei a te perturbar com dúvidas. Um abraço.

Deixe um Comentário

  • Agora estamos no Twitter. Clique aqui
  • @SeuNome
  • @NomeDoUsuario