Lido 24.175 vez(es)

Trabalhando nos EUA

Imigrando Deixe seu comentário
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 voto(s))
Loading...
Envie para um(a) amigo(a) Envie para um(a) amigo(a)

Trabalho aqui não falta. Mas esse tipo de trabalho que não falta é em maior parte sub-emprego, quero dizer, aquele tipo de trabalho que não requer uma especialização, como por exemplo: entregador de pizzas, ajudantes em geral (marmoraria, pedreiro, carpeteiro,…), faxineira(o), em lava-rápido, padaria e mercado brasileiro, etc…

Existem outros ainda que exigem uma especialização, como cabeleireira(o) e manicure, que mesmo estando com o status de “Ilegal” as pessoas conseguem trabalho, e recebem, é claro, por “debaixo dos panos”.

É bom saber que as pessoas que trabalham nesses empregos não são “registradas”, e recebem seu salário em dinheiro (cash). Na maioria, esses tipos de empregos não obedecem horários convencionais como 8am-5pm, e também geralmente tem que trabalhar nos Sábados, Domingos e feriados. É claro que a pessoa geralmente tem pelo menos uma folga na semana, mas não necessariamente nos fins de semana.

Como trabalhar legalmente:

Como já expliquei em outro post, hoje em dia está muito difícil pra uma pessoa que está com o status de “Ilegal” se regularizar, mesmo que tenha uma oferta de trabalho. Por isso, é muito importante ficar “em dia” com a Imigração, para não ficar ilegal.

Para um imigrante trabalhar aqui é necessário que ele obtenha o Visto H1-B, consiga um Visto de Estudante com uma permissão de trabalho ou então, case-se com um cidadão americano ou cubano legalizado.

O processo de obtenção do visto vai variar mas geralmente começa com uma oferta de trabalho. Se você já está aqui no país, como turista, ou qualquer outro visto “legal”, após conseguir a oferta de trabalho, deve contatar um Advogado de Imigração qualificado para preparar sua petição junto ao Departamento de Imigração do Estado Unidos (U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE)).

Os custos são geralmente pagos por você e não pela empresa, salvo casos onde a empresa realmente necessite de você, casos onde você é indispensável para a empresa.

É bom saber que as empresas que oferecem o trabalho ao imigrante num pedido de H1-B tem que estar com a documentação (Impostos, books, etc…) em dia, e tem que provar que tem renda suficiente para poder para o salário para qual o imigrante está submetendo a aplicação.

Mais sobre o Visto H1-B:

O visto H1-B é designado quando um empregador americano quer contratar um profissional estrangeiro temporariamente para sua empresa. Geralmente este visto tem validade de até 6 anos.

O profissional precisa ter nível superior ou o equivalente em experiência de trabalho, neste caso para cada ano de estudos não completos a pessoa deve ter 3 anos de experiência de trabalho progressivo no campo em questão.

Algumas das profissões mais comuns no visto H1-B incluem: Analistas de Sistemas, Programadores, Graphic Designers, Gerentes de Vendas e Administrativos, Marketing, Administradores e Pesquisadores, Professores, etc.

Hoje em dia, com a possibilidade de se pedir revisão rápida com a opção “Premium Processing”, estes vistos podem ser aprovados em menos de 15 dias.






Leia também ...




63 Respostas to “Trabalhando nos EUA”

  1. Douglas Diz:

    Olá, desde os meus 10 anos de idade, alimento o desejo de morar/trabalhar nos EUA. Sou estudante de Comércio Exterior, gostaria de saber quais são as minhas chances no EUA?

  2. Jefferson Diz:

    OLA!Sou formado em biologia, pesquisei em sites de empregos dos E.U.A, empregos na minha area, encontrei varios, que foram professor de biologia em escola de ensino medio, e biologo, para trabalhar em hospitais (analise clinica), para esta tenho que ter uma licensa, que posso requerir daqui do brasil mesmo. Qual voce acha mais facil da minhas opçoes?
    – ir para os estados unidos com visto de turista e procurar um emprego
    – mandar meu curriculo para os sites de emprego dos eua, e aguardar para ver se sou chamado?

  3. daniele Diz:

    oi amigo,estou pensando procura um emprego nos EUA,sou cabelereira e ganho aqui RS 5,500 por mês. sera que consigo um emprego pra ganhar mais la, sei que só posso ficar 6 meses mais eu quero tentar.

  4. mario jose Diz:

    Ja estive em miami e gostei muito,então queria saber se é muito dificil trabalhar como cabeleireiro em miami,pois trabalhoi no Brasil e tenho salão e Escola de cabeleireiro á 37 anos,quero mudar de pais sera que consigo emprego na minha area e como faço .obrigado.

  5. Alex pds Diz:

    Alex eu sou cabeleireiro masculino tipo barbeiro só atendo homem vc sabe se consigo emprego para trabalhar sem licença tem barbearias ou salões que pegam sem licença estando ilegal ou fora de status e sabe onde é mais fácil de encontrar qual estado ou cidade ? obrigado




  6. mario Diz:

    olá gostaria de saber como consigo visto para poder trabalhar em barbearias ou no caso fazer um curso nos EUA. ñ tenho ensino superior mas sei q se eu for para fazer um curso profissionalizante eu conseguirei a licença para poder atuar na área? esta correta essa informação? gostaria de uma orientação mais especifica.




  7. Maicon Diz:

    Olá!! Minha dúvida é a seguinte: Meu irmão é cidadão americano, pelo que li à respeito ele consegue aplicar o green card pra mim. Isso é possível? É muito burocrático?




  8. Andréa Diz:

    Olá ,Tenho interesse de morar em Miami , tenho direito a cidadania Italiana …. com esse doc teria direito ao visto ??




  9. Leandro Diz:

    Oi eu sou barbeiro e tenho vontade de trabalhar nos EUA como que eu devo fazer




  10. Jheferson Diz:

    Sou barbeiro gostaria de trabalhar e estudar nos EUA




  11. Juliana Maria Isidoro Bragança Diz:

    Sou cabeleireira, e, manicure. Sou tbm instrutora de unhas artificiais. Queria muito um emprego em Orlando.




  12. juliana Diz:

    sou enfermeira e gostaria de morar em miami




  13. welison Diz:

    ola sou barbeiro como faço pra trabalha ai




Deixe um Comentário

  • Agora estamos no Twitter. Clique aqui
  • @SeuNome
  • @NomeDoUsuario